Jubepar

Como você se chama

Sem Comentários

Como você se chama

Tenho percebido que muitas pessoas hoje frequentam a igreja semanalmente, se intitulam cristãos, mas na verdade não põem em prática os direcionamentos deixados por Cristo. Dentre estes ensinamentos eu gostaria de destacar um bem importante que é o de anunciar o evangelho. O que é necessário para você ser um propagador do evangelho? Como você pode ser um anunciador de Cristo? Martin Luther King Jr., disse certa vez num sermão:  “Tu não tens que ter um curso universitário para servir.

Tu não tens que saber ligar o predicado ao verbo para servir. Não precisas ter conhecimento sobre Platão e Aristóteles para servir… Precisas apenas ter um coração cheio de graça, e uma alma movida pelo amor”.   O desejo de Deus é que todos se cheguem a Ele, por meio da salvação que há em Cristo (João 12:17), e, se não estamos realmente comprometidos e empenhados neste propósito, precisamos nos ajustar e nos posicionar rapidamente no reino de Deus. Deixe-me lembrá-lo: foi o Senhor Jesus quem mandou pregar o evangelho a todas as nações e até ao último recanto desta terra!

Bom creio que como filhos de Deus restaurados pelo amor incondicional, incomparável e sacrifical precisamos compartilhar com as pessoas que conhecemos ou estamos distantes dos ensinamentos que propõe as verdades bíblicas. Como você tem se envolvido nesta obra? De que forma sua vida tem contribuído para que outros provem de uma vida restaurada através da comunhão? O individualismo tem tomado conta do coração das pessoas, a indiferença tem dominado o modo vivente de muitos, mas o cristão precisa viver de forma diferente. Procure conhecer pessoas, pergunte o nome do frentista do posto de gasolina, saiba o nome da balconista que te entrega o pão todos os dias, pergunte ao gerente de sua conta como vai a família dele. Trate pessoas como pessoas e isso é o primeiro passo para você ser usado como agente da reconciliação entre os homens e Cristo. Fale de Cristo a tempo e fora de tempo, não deixe de viver integralmente a proposta do mestre para sua vida.

Márcio Tunala

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *