Jubepar

Deixe Deus usar sua Juventude

Sem Comentários

Deixe Deus usar sua Juventude

Lembra-se do teu Criador nos dias da tua juventude (…)”, quando leio este versículo apresentado em Eclesiastes, consigo me ver nele e reviver o que ele tem a dizer. Celebrar e servir a Deus, e minha geração, são atitudes que exigem disposição de coração, mente e corpo também. Então, será que existe melhor tempo de fazer isto, se não na juventude? Com certeza, não.

Eu, Kamila, pude vivenciar o que significa lembrar e servir a Deus na minha juventude. No ano de 2011, decidi e permiti Deus realizar em mim, uma mudança radical. Aos 22 anos, sai de minha casa, do meu emprego, da minha “zona de conforto” e fui viver uma experiência missionária inesquecível através de um projeto da JMM – Junta de Missões Mundiais, chamado: Voluntários Sem Fronteiras – Radical Latino-americano.

No Radical, pude desenvolver dons e talentos dados pelo Senhor e assim colocá-los em prática. Fui missionária voluntária, junto com outros 28 jovens de diversas nacionalidades latinas, e assim pudemos trabalhar para o Senhor em países da América Central e do Norte.

Para o jovem é necessário ter novidades, viver coisas diferentes e foi exatamente isso que vivi no campo. Poder falar do amor de Deus e ao mesmo tempo conhecer novas culturas e paisagens jamais vistas, gera no coração um desejo e um amor ainda maior pela obra de Deus.

Trabalhei no Panamá, na Nicarágua, Honduras e até México, e em todos os países Deus trabalhou a frente da minha geração. Muitas vezes apresentando teatros, brincando com crianças, vestida de palhaço, comendo algo inimaginável em nossa cultura ou mesmo abraçando uma pessoa, eram algumas formas pelas quais eu vi e vivi o amor de Deus.

Desde a chegada ao projeto, onde é feito um treinamento, até o encerramento, após 11 meses fora de casa, Deus não me desemparou. Pelo contrário, surpreendeu-me suprindo desejos íntimos de meu coração. Um destes desejos era conhecer o México, e sem possibilidades, Deus providenciou tudo e me levou para lá. E o melhor foi que, não fui apenas passear, fui falar de Jesus Cristo ao povo, dentro dos jogos Pan-americanos de Guadalajara.

Nem mesmo quando um falecimento em minha família ocorreu, Deus me deixou sozinha. Ele sim dá forças e as renova quando necessário. E, o mais prazeroso nesta missão, foi ver vidas transformadas por meio da minha. Foi ver adolescentes e jovens resgatados do mundo e agora servindo ao Senhor com alegria. E tudo isso aconteceu porque eu deixei Deus usar a minha juventude. Quis ser ponte, e hoje sou ponte. Ponte que levou e leva pessoas a Cristo, e Ele a Deus.

Celebrar e Servir minha geração através de missões é simples, é fácil. Basta tomar a atitude de colocar sua vida nas mãos do Senhor e dizer a Ele que você está disposto a fazer tudo o que Ele quiser. Ser um jovem radical é isso, é confiar a Deus o seu todo. E a sua juventude é o melhor tempo para servir a Deus e ser honrado por Ele.

Por Kamila Siqueira, Radical Latino Americano 6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *