Jubepar

Jovens, sois fortes

Sem Comentários

Jovens, sois fortes

“Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a Pa- lavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno” (I Jo 2.14c).

Essa afirmação do apóstolo João é verdadeira. Certamente havia jovens em Éfeso, onde o velho apóstolo tinha trabalhado como líder da Igreja. Era uma moçada forte no Senhor, que estava comprometida com a Sua Palavra. João mesmo declara a razão porque os jovens eram fortes: “a Palavra de Deus permanece em vós”. Pelo fato da Palavra de Deus permanecer neles, havia vitória contra o maligno. Não podemos vencê-lo na força da carne, mas o vencemos como Jesus o venceu, no poder da Palavra de Deus (Mt 4.1-11).

Sabemos que todos nós temos três inimigos ferrenhos e mortais: o mundo, a carne e o diabo. Só os vencemos no poder do Senhor. O apóstolo Paulo nos ordena: “Andai no Espírito, e jamais satisfareis à concupiscência da carne. Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que porventura seja do vosso querer” (Gl 5.16-17).

Os jovens devem buscar no Senhor e nas Escrituras, a fonte de poder espiritual. Quando se está em Cristo, tudo se faz novo (II Co 5.17). A Bíblia é alimento para a alma, direção para o coração e a revelação para a mente, para a razão. Sabemos que a Palavra de Deus é viva e efi- caz e tem poder para mudar vidas a partir da divisão da alma e espírito. Ela discerne pensamentos e intenções do coração (Hb 4.12).

Os jovens devem estar fortes no Senhor para enfrentar e vencer a pornografia, a prostituição, os jogos violentos, as baladas, as más companhias, as lutas da carne, os vícios, a ética relativa, a imoralidade, os jogos de azar e tantos outros apelos da carne. Jovens, o mundo tem um enorme supermercado de coisas destrutíveis com uma variedade imensa. João diz que “o mundo jaz (está) no maligno” (I Jo 5.19).

O jovem Daniel é um exemplo a ser seguido, pois o texto diz: “Resolveu Daniel firmemente não se contaminar com as iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar” (Dn 1.8). Todos nós sabemos o resultado maravilhoso da sua decisão. O jovem Daniel desagradou os homens, mas honrou o seu Senhor. Deve- mos viver para o Senhor e para o seu inteiro agrado!

O Senhor Jesus chama os jovens para segui-lo e servi-lo neste mundo para fazerem toda a diferença. Então disse Jesus aos seus discípulos: “Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Porquanto quem quiser sal- var a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida por minha causa achá-la-á. Pois, que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma? Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus an- jos, e então retribuirá a cada um conforme as suas obras” (Mt 16.24-27).

Jovens, saibam que a sua luta “não é contra sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6.12). A luta demanda preparo espiritual na Palavra de Deus e na oração. Nas Escrituras, ele fala às entranhas e, na oração, nós falamos com ele. Assim como precisamos de alimento físico saudável para ficarmos em pé e trabalharmos, agindo dinamicamente, é verdade também que precisamos de alimento espiritual para nos sustentar espiritualmente e para vivermos uma vida espiritual saudável, agradável ao Senhor.

Jesus é suficiente para suprir todas as nossas necessidades. Ele é toda a nossa suficiência. Nele está todo o nosso contentamento. Paulo ensina que “nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência” (Cl 2.3). Então jovens, não se esqueçam: a sua força não está no seu vigor físico e mental, mas no Senhor, naquele que tem todo o poder nos céus e na terra!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob

www.batitsas.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *