Jubepar

Não precisamos de heróis…

Comentários desativados em Não precisamos de heróis…

Não precisamos de heróis…

Não precisamos de heróis e sim de Lideres que tenham relacionamento com Deus
Diante de um novo mundo com tantos avanços na tecnologia e inclusive mudanças comportamentais resolvi então tirar uma foto do mundo e dos jovens desse tempo. Percebo uma juventude cristã (incluindo Jovens Batistas) no Brasil e no mundo cada dia mais longe de compromissos com o ministério local sua origem e a falta de compromisso com Deus, encontra-se tempo para estudos, lazer e navegar na internet mas não ha disponibilidade e tempo para o Senhor e seu reino, notamos que nossos jovens no Brasil e no mundo todos os dias tem um forte relacionamento com o pecado fazendo uso de substancias, mudança de valores onde o ego se aflora e o governo da vida não é mais do Senhor e de si próprio, como estamos egocêntricos, o estar na igreja e ao mesmo tempo com praticas mundanas se tornou normal, será que minha leitura esta errada? Pois então os jovens ímpios também estão assim, cada dia mais preocupados com sigo mesmo, individualistas, desrespeitosos e sem limites, a tradição e a educação não é palavra de ordem nas famílias, o que esta acontecendo?
Me recordo de uma juventude sadia e atuante no cenário religioso e no cenário mundano, onde jovens cristãos não tinham vergonha de professar sua é por onde passavam e tinham responsabilidades com os perdidos, me lembro bem da juventude secular que ia as ruas protestar com rosto pintado e tinham um ideal, dessa juventude saíram governantes, presidentes e varias lideranças, do meio cristão saíram missionários, pastores e lideres que ainda hoje estão em nosso meio, o que aconteceu? Porque estamos assim?
Aparentemente tudo vai bem, pois temos organizações competentes e comprometidas, mas a realidade local e outra, inclusive a responsabilidade local e totalmente local. Lembro bem dos anos noventa quanto tínhamos programações com alimento espiritual e muita palavra, mas fomos atingidos por uma febre chamada “Gospel” nesse meio varias distorções aconteceram, a palavra saiu de cena e deu lugar a varias ideologias através da musica e varias mitos e heróis surgiram com uma nova proposta, começou ai nossa decadência. No mundo vários artistas tidos como heróis assumiram sua identidade secreta e levaram multidões a seguirem seus passos, dando lugar a sexualidade  diferente dos ensinamentos bíblicos, declarações e apologias a valores inversos.
Esses falsos heróis se foram e deixaram no meio de nossa juventude alienação total, jovens sem ideais e sem direção, e agora quem poderá me defender?
Para caminharmos em busca desse regate precisamos de uma analise apurada e consciente, onde não ha mais espaços para heróis e sim para homens e mulheres parecidos com Davi segundo o coração de Deus, homens e mulheres parecidos com Abraão amigo de Deus que desfrutem de intimidade e compromisso de fé, para reerguer essa geração precisamos de nos consagrar e ser exemplos pelo zelo da palavra no amor e na santidade, investindo tempo na relação com o criador e levando nossa juventude não apenas a fazer e participar de eventos, de sociais mais de discipulado integral e constante para que sejamos parecidos com Jesus, foi isso que Cristo fez com os seus que estavam sem direção, capacitou, potencializou para que esse evangelho chegasse ate nós, para que chegue ate outros precisamos fazer o mesmo invista hoje ainda no discipulado, vida gera vida.
Quero lhe conclamar Lideres de todo  o Brasil para viver esse tempo com intensidade, na santidade e compromisso com Deus, potencialize lideres, confronte em cada encontro da sua JUBAES, faca apelos, ame e cuide.
Em Cristo.
Seu amigo e irmão
Pr. Diego Bravim – Presidente da JBB