Jubepar

O poder da Juventude

Sem Comentários

O poder da Juventude

Está em cartaz no cinema o novo filme do Superman intitulado “Man of Steel”. Assisti ao filme em sua estreia e gostei tanto que voltei ao cinema para assistir novamente na última semana.

No filme, Kal-El foi enviado para a Terra por seu pai com o objetivo de ajudar o nosso planeta a se tornar um lugar melhor, e auxiliar a humanidade em sua caminhada. Já aqui na Terra ele foi batizado por seus pais adotivos de Clark Joseph Kent. Até aqui nenhuma novidade já que todos conhecem um pouco da história do Superman, nem que seja superficialmente.

O interessante no filme, é que eles mostram um personagem mais humano, que sofre com as dores humanas, que tem crises existenciais como todo humano, que sente raiva como um humano normal, e que por vezes tem que fechar os olhos e contar até 10 para não explodir com engraçadinhos na escola quando sofre bulling por ser diferente, assim como todos nós humanos já tivemos que fazer durante a nossa infância e adolescência. Quando cresce, o jovem Clark, que aprendeu desde cedo sobre valores e princípios morais, tem que decidir se vai dedicar sua vida em favor da humanidade ou se vai deixá-la resolver seus próprios problemas enquanto ele continua a viver sua vida sem se importar com o resto do mundo, mesmo tendo dentro de si o poder para mudar toda a sociedade, servir e conduzir a sua geração.

Só com esse breve resumo, acredito que já ficou fácil identificar com que personagem das nossas vidas o Superman se parece. Quer tentar adivinhar?

Jesus? É, até da para fazer uma relação com alguns pontos da vida de Jesus que lemos nos evangelhos. Mas para mim Jesus representa muito mais do que o Superman representa na ficção. A resposta certa é que ele se parece com os nossos jovens. O Superman das telas de cinema representa os nossos jovens dos dias de hoje. Representa a mim e a você.

Assim como no filme, nosso Pai não nos deixou aqui apenas para crescermos e assistir a história passar diante dos nossos olhos. Ele nos criou para que experimentássemos os prazeres e as dores da vida, sorríssemos com o que é bom e não nos conformássemos com o que é mau e diante disso pudéssemos fazer uma escolha. Nossa juventude vive um momento ímpar da história, no qual temos um mundo cheio de corrupção, sofrimento e necessidades, e precisamos fazer uma escolha entre ficar na inércia e preocupar-nos apenas com as nossas próprias crises e problemas, ou usar esse poder que carregamos dentro de nós para mudar toda nossa realidade. Esse momento é ímpar porque é o único em que você ainda é jovem. É o único momento em que você pode realmente fazer algo em favor da sua geração.

No final do filme, ficamos felizes pelas escolhas e sacrifícios que o Superman faz em favor da sua geração.

Nesse mês de agosto comemoramos o mês da Juventude Batista, e minha oração é que sejamos capazes de olhar para nossas vidas e celebrar a nossa juventude. Que consigamos olhar para as nossas vidas e perceber que existe em nós jovens uma força e uma vontade que não encontramos em nenhum outro momento de nossas vidas, e que possamos celebrar a forma como estamos usando isso para servir a nossa geração.

Rafael Goldenstein

Presidente da JUBEPAR – Juventude Batista do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *